Mensagens 2012

 

Ano 2012

Mensagens reveladas neste ano.


Descarregue as mensagens deste ano, em Livro .PDF   _ (Brevemente)



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 1 de Janeiro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhos, hoje, no primeiro dia do ano e primeiro Domingo do mês, venho do Céu para dizer-vos que Deus deseja muito a vossa conversão.

Neste ano de 2012, como vossa Mãe, Eu vos peço, que continueis a pedir a paz para o vosso mundo. Sede filhos de oração, testemunhando com a vida e com o coração os Meus avisos do Céu. O relógio do Senhor corre e para muitos resta pouco tempo, porque chegará o dia em que os risos de alegria serão trocados por tristeza, os dias de festa por dias de grande desespero, porque Deus irá punir severamente a humanidade pecadora que abandonou os Seus Mandamentos e se afastou D’Ele.

Meus filhos, rezai, rezai muito neste novo ano que se iniciou, e Deus terá misericórdia do mundo, caso contrário a humanidade deverá suportar um grande castigo. Deus, não quer a condenação de nenhum dos Seus filhos, mas a Salvação Eterna, por isso, Eu vim do Céu, até este lugar, Corgo da Igreja, para transmitir esta mensagem.

Filhinhos queridos, Deus vos ama e deseja de vós a fidelidade e a perseverança. Rezai para que vós possais compreender que as vossas vidas são importantes para o Criador que vos criou, para testemunhardes a Sua presença no mundo. Aqueles filhos que escutam a voz do Senhor e que vivem a Sua Palavra, tende a certeza da Sua Proteção e Bênção. Deus deseja derramar cada vez mais as Suas graças no mundo. Vós, ainda vereis coisas que os vossos olhos jamais viram e testemunhareis como o Senhor é Poderoso e Forte. Abri os vossos corações a Deus. Oferecei-vos a Deus como uma verdadeira oferta de amor, para que  Ele possa sentir o perfume que os vossos corações exalam ao abrirem-se a Ele.

Eu estou aqui Meus filhos, para ajudar-vos em tudo e para afastar estes perigos para longe de vós. Neste ano, também, peço que rezeis, pelas famílias, pelos jovens, e que rezeis de um modo muito especial por todos os sacerdotes. Eles, mais do que nunca, estão precisando de orações, estão precisando de Deus. Quão grandes responsabilidades eles têm! E quantos, hoje em dia, se encontram imersos nos pecados mais imundos, longe da Sua graça.

Antes de terminar esta Minha mensagem vou repetir novamente, aos meus filhos, chefes das grandes nações: – Tende cuidado! Deus julgará com um só olhar. Eu sei tudo o que vós estais a armar às nações mais pequenas. Ai dos maus chefes das grandes nações, que exploram o povo de Deus, ai daqueles que fazem sofrer e maltratam os meus filhos mais pequeninos. Todos vós, pensai que não é o ruído das vossas armas, nem as injúrias proferidas pelas vossas repugnantes bocas que farão calar a Voz de Deus. A justiça de Deus será muito grande para os meus filhos das grandes nações, que não se arrependerem daquilo que querem fazer. Com Deus não se brinca e muito menos com aqueles que O servem, porque Deus os olha com bondade e amor.

Meus filhos, Eu agradeço a vossa presença aqui neste lugar sagrado, Corgo da Igreja, as vossas orações e o vosso amor.

A todos a minha Bênção Materna e o meu convite de hoje: Rezai sempre o Rosário e o mundo encontrará a Paz.

A todos vos abençoo, em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 5 de Fevereiro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhos, hoje, sinto-me feliz por ser mensageira de Deus.

Neste mês de Fevereiro, vão-se comemorar 13 anos das minhas Aparições aqui no Corgo da Igreja, e também 164 anos das minhas Aparições na Gruta de Massabielle em Lourdes.

Para comemorardes estas aparições faltam já poucos dias e, o que Eu mais vos peço, é que lhes sejais fiéis, sendo igualmente fiéis a Cristo. Peço-vos que rezeis muito pela Santa Igreja do Meu Filho Jesus. Ela será muito perseguida. Quando eu digo que vós ireis ser perseguidos, é à Igreja que me refiro, porque todos vós sois a Igreja de Deus. A fé será completamente abalada e os cristãos não viverão realmente a vontade de Cristo. É por isto, Meus filhinhos queridos que deveis rezar muito pela Santa Igreja. Hoje, já estais vendo que muitos filhos, fazem tudo ao contrário do que Deus pede, e não respeitam os Mandamentos do Céu. O Santo Padre recebe o Divino Espírito Santo que o ilumina, para o ajudar na sua missão, que é buscar o correto, o certo, e defender o mundo dos perigos. Infelizmente, os filhos estão preferindo o perigo à Luz, à Graça. Quando me refiro ao mundo, quero nomear as multidões que deambulam nele. Quando se fala de Cristo, são poucos os que O seguem. É por isso que Ele precisa voltar e quando ele voltar, o mundo vai sentir completamente o temor e o respeito. Ele virá para vos ensinar que no Céu, alcançarão as maiores bênçãos. O que eu vos peço, como Mãe da Bondade e Mãe de Lourdes é que sejais fiéis. Vós ides ver tanto sofrimento na vida, que só a vossa fidelidade e a vossa vos poderão salvar. O mundo já está no abismo do sofrimento. Com Jesus Cristo, caminhareis na graça. Vós, ainda tendes este Caminho, tendes Tudo, porque este Caminho é Tudo. Peço-vos, queridos filhos, que sejais fiéis a este Caminho, que sigais este caminho por amor, que não abandoneis este Caminho e que vivais a vida como se fosse hoje o último dia. Não espereis muito do amanhã, vivei o vosso hoje, não vos preocupeis com o vosso amanhã, procurai consciencializar o vosso hoje. O amanhã, filhos, não vai pertencer-vos, ele pertence a Deus. Vivei o vosso presente para que não sufoqueis no sofrimento, vivei agora a Graça de Deus nas vossas vidas.

Filhos, não me vou alongar mais, mas no dia 16 de Fevereiro irei dar uma grande Mensagem para o mundo inteiro.

Neste momento, deste lugar, Corgo da Igreja e da gruta de Massabielle de Lourdes, com amor, Eu abençoo-vos generosamente.

Ficai todos em Paz, com a bênção de Deus Pai, Filho e Divino Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Festa ANIVERSÁRIO (13º)

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 16 de Fevereiro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Queridos filhos, este é um momento de grande alegria para o Meu Imaculado Coração.

Como Mãe da Bondade, sou aquela que muito ama a vossa nação, Portugal, e hoje, quer dizer-vos, que o Seu Coração se sente imensamente agradecido, pelo vosso amor e carinho. Vós viestes com amor e Eu sinto isso, com o meu Coração, que vê os filhos que amam a Graça de Deus, que estão aqui movidos pela Fé, pela humildade, pela confiança, pela vontade de conhecer a verdade que é Deus. E Deus, reservou para todos vós, uma tarde muito bonita, uma tarde de oração, uma tarde de festa cristã. Festa em que o Céu se manifesta presença viva no meio de vós. É maravilhoso olhar esta natureza bonita, este Lugar, Corgo da Igreja, que Deus escolheu, e saber que vós vedes aqui hoje a presença de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Espírito Santo.

Nesta mensagem Meus filhos, Eu venho falar-vos sobre a minha presença aqui no Corgo da Igreja, de Corpo e Alma, durante estes treze anos. Em primeiro lugar, eu gostaria de dizer, que os treze anos, da Minha presença aqui, têm sido para Vós uma grande Graça. É por Mim, pela minha presença aqui, que a vossa nação, e as nações do mundo inteiro, têm recebido graças. Como Mãe de Deus, Eu sei, que a humanidade precisa de uma transformação. Todos precisais urgentemente de transformar os vossos corações. O mundo necessita com urgência, a volta de Jesus à terra, porque o materialismo tudo tem corrompido. Hoje os homens preocupam-se apenas com poder, dinheiro, e são gananciosos

Meus queridos filhos, já vos tinha revelado nos locais das minhas aparições, e agora vou repetir novamente: – Ao se aproximar o fim dos tempos, ao se aproximar o fim do domínio de Satanás, sobre o vosso mundo, ele está mais furioso, e reúne os homens maus, criminosos e os grandes pecadores, ligados à política e ao dinheiro, formando forças poderosas, como a irmandade da maçonaria, da fraternidade e outras, para se infiltrarem em vários lugares chave das nações, nas Igrejas, incluindo o Vaticano.

Ao longo destes treze anos, a vossa Mãe do Céu tem vindo a avisar-vos. O que disse é uma realidade. A igreja da vossa nação, Portugal e do mundo inteiro devem tomar medidas santas e concretas para vencer o demónio, antes do seu domínio total.

Meus filhos, vós deveis saber enfrentá-lo com os olhos postos em Deus, trabalhar mais para salvar as almas que estão carentes do Meu Coração e do Coração do Meu Filho Jesus.

Se o mundo, entrasse hoje numa guerra, quantos filhos perderiam a sua alma? E quantos filhos jamais esqueceriam o quanto a dor é grande? No silêncio dos vossos corações e no íntimo das vossas almas, esqueceis muitas vezes de apelar pela paz. Este novo Milénio que vós iniciastes, é um  tempo de dor. Eu não tenho vindo aqui para prever os acontecimentos, mas sim para evitá-los. Tenho vindo pedir as vossas orações, a vossa vida de penitência e sacrifício. Este novo milénio, é o milénio do tormento, é o milénio da dor, das dificuldades. É o milénio da cruz, da provação, da dúvida, da incerteza, da purificação, e da tribulação que sem dúvida alguma virá fortemente.

Meus filhos, é preciso acreditar. A solução do vosso mundo não é a guerra, não é a destruição. É a oração, é a Paz. O que precisa ser mudado, é o coração dos homens. O que faz o mundo viver num terror de lágrimas, é a falta de estruturas básicas espirituais, na vida de cada um. Os homens, hoje só falam da ciência e da matéria. É por isso que Deus Me envia aqui à terra.

Meus filhos, vós estais homenageando a minha vinda aqui a este lugar sagrado, Corgo da igreja, uma vinda em que Eu Maria, Mãe da Bondade, abençoo o mundo, e o conduzo à Paz.

Sei que muitas vezes, tendes também homenageado a Mãe de Fátima, de Lourdes, a Rainha da Paz. Continuai a fazê-lo com a vossa devoção, as vossas necessidades e pela urgência de fidelidade a Deus. Muito mais depressa do que vós imaginais, este Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, há-de tornar-se o segundo grande Santuário de Portugal, um ponto de oração, de conversão, e o que mais vos deve alegrar é compreender que a minha vinda a estes lugares simples, aos corações de filhos e filhas simples é tudo mérito do Céu.

Meus filhos, quantos vêm a este Lugar infelizes e voltam alegres? Quantos vêm a este Lugar doentes e voltam curados? Quantos vêm a este Lugar duvidando e voltam confiando? Quantos vêm a este Lugar com ódio no coração e voltam amando? Quantos vêm a este Lugar, com os corações feridos e voltam com os seus corações cicatrizados, porque Cristo cura, liberta e conduz!

Agora, Meus filhos pergunto-vos: porquê tudo isto? Porque a obra é de Deus! Porque, o Corgo da Igreja, é um Lugar construído por Deus! Porque a Graça de Deus está presente no coração de cada um de vós. Mesmo, no dos filhos simples, pecadores, que vacilam, que erram, mas que rezam, que dão exemplo de vida. Hoje, o mundo não sabe mais o que é o Santo Rosário, nem o que é a Eucaristia. Isto é uma realidade do mundo de hoje. Um mundo dividido e oprimido. É por isso, filhos queridos, que Eu temo muito que venha uma guerra. Eu temo muito que venha o sofrimento. A incredulidade do coração do homem é grande e o seu coração frio. O homem, filho de Deus, imagem de Deus e sua semelhança, aprendeu a matar, aprendeu a roubar, a criar bombas destruidoras… Por tudo isto, Meus filhos, Eu venho aqui desejando ardentemente que todos os filhos do mundo inteiro, se coloquem ao serviço do Céu, que sejam seus instrumentos, capazes de ouvir a mensagem de Deus. São já treze anos, muito especiais, um tempo diferente, anos de purificação, para um novo milénio. Cada vez sinto mais tristeza ao despedir-me de vós, porque sei que a grande tribulação virá!

Meus filhos, o tempo da Graça e de enviar a Graça ao mundo está a terminar. Eu vejo a misericórdia de Deus tão grande… mas, o tempo de misericórdia tão pequeno! Rezai, rezai, rezai muito Meus filhos. É este o apelo que Eu vos tenho feito nestes treze anos de caminhada. Eu tenho a certeza, que esta minha vinda será o último apelo do Céu. Depois que Eu deixar este lugar, Corgo da Igreja e todos os demais lugares onde estou vindo de corpo e alma, tudo, filhinhos acontecerá. O mundo verá com os olhos da carne e com os olhos do coração os sinais de toda a Graça de Deus aqui na terra.

Queridos filhos, tem sido uma alegria muito grande poder estar aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, durante estes treze anos. Para vós, foi também um tempo lindo, belo e grandioso, porque o vosso coração se alegra ao saberdes que esta Obra é de Deus. É uma realidade, é uma oferenda que perdurará, porque tudo o que é de Deus é eterno. O Corgo da Igreja, meus filhos, é um Lugar privilegiado, um Lugar abençoado, porque Deus pôs os Seus olhos no coração deste Lugar cheio de Graça, e derramou toda a Sua Misericórdia sobre ele.

Eu sinto-me muito feliz, meus filhinhos, porque durante treze anos, vós enfrentastes tudo por este Lugar – as tempestades, dificuldades e perseguições. Se dependesse de muitos filhos e do que eles dizem, com a sua falta de estrutura espiritual, este Lugar Sagrado, já não existiria mais. Mas esta Obra é uma Obra Divina e o que é Divino tende só a crescer, pelo que tem surpreendido aqueles que não querem acreditar. O Corgo da Igreja, hoje, já é grande e será muito maior, não só em número de filhos, que aqui vêm e continuarão a vir, mas principalmente no número de conversões.

Meus filhos queridos, existem hoje grandes Santuários na terra. E Eu lutarei com todo o Meu coração para que este Lugar, Corgo da Igreja, venha a ser como todos aqueles que já são consagrados pela Santa Igreja. Irá depender muito de vós, filhos. Mas, Eu e o Meu Filho Jesus faremos tudo o que for necessário para que vós possais receber esse Tesouro o mais breve possível. Podeis ter a certeza filhos, de que há treze anos atrás, Deus colocou a Minha presença aqui, e hoje, passados estes treze anos de caminhada, Eu digo-vos: Deus dará conhecimento à Santa Igreja, sobre o que é o Corgo da Igreja, no vosso mundo. Recebei nos vossos corações esta grande Graça e rezai para que os corações cegos que vierem a este Lugar escolhido, voltem corações convertidos.

A piedade do Senhor estará realizando o seu grande projeto de concessão de Graças neste Lugar sagrado, Corgo da Igreja, mas rezai meus filhos, porque a realização desse projeto depende também muito de vós. O Céu fará tudo para que vós sintais o quanto a Graça aqui será maravilhosa. A vossa parte, deverá ser feita por cada um. Foi o pedido que Eu vos fiz, nestes treze anos, e que ainda faço, pedindo-vos que continueis a rezar. Quem ganhará com isso será o vosso Portugal, todas as nações e principalmente o Céu, que precisa de filhos e filhas, crianças e jovens, que não neguem o Amor, e se coloquem inteiramente ao serviço de Deus.

Ficai em Paz. Tende um dia de Paz. E obrigada, por esta festa que Me fazeis. Hoje Eu cobri-vos com o meu Manto de Mãe da Bondade e com certeza, vós sereis protegidos por ele.

Antes de terminar, queria agradecer-vos também por estas lindas flores que se encontram no Meu altar. Eu abençoo-vos e exorto-vos a ter coragem, para vencerdes o pecado, o mal e as tentações do mundo, vivendo sempre unidos a Deus e ao Meu Coração Imaculado.

Eu vos amo e agradeço a vossa presença neste Santuário, Corgo da Igreja. Agradeço as orações aqui rezadas. Quero me dirigir especificamente aos que vieram de lugares, bem distantes. Retornai às vossas casas com a Paz de Deus.

Eu me despeço de todos vós, com o Amor de uma Mãe que nestes anos, foi ouvida, seguida e glorificada por vós. Eu abençoo-vos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 4 de Março de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhos, durante este mês de Março, que é tempo de Quaresma, tempo de silêncio, de oração, e de meditação, refleti sobre o amor que Deus vos oferece.

Eu vos convido à oração, à fé, à Confissão e à Paz. Muitos de vós não tendes o hábito de vos aproximardes do Sacramento da Confissão para pedirdes perdão dos vossos pecados e isto Me deixa preocupada, porque assim ficais longe do Coração do Meu Filho Jesus e do meu Coração Imaculado. Deveríeis fazer sacrifícios e jejuns, oferecendo-os ao Senhor, com amor e Ele vos recompensará no Céu. Deus, é tão ofendido! Ele está muito triste com os pecados que vê no mundo. Quase ninguém vive a Sua Lei de amor: “Amá-lo a Ele e ao próximo”. Quase ninguém ama o seu inimigo. Quase ninguém quer perdoar. São apenas egoístas e egocêntricos, só pensam em si mesmos. Não pensam nos outros, nos irmãos. Alguns matam, outros roubam, destroem a vida do outro. E Eu, Meus filhos queridos, venho aqui a este Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, chamá-los mais uma vez, neste tempo de Quaresma. Chamo-vos à conversão, antes que seja tarde demais, muito tarde. É pouco o tempo que vos resta.

Meus filhos, fazei uma boa confissão nesta Quaresma, penitenciai-vos e jejuai. A Quaresma é tempo de conversão e de oração. Peço aos meus filhos do mundo inteiro que rezem o Meu Rosário, todos os dias. Aqueles que ainda não o rezam, que se esforcem por rezá-lo. E os que puderem fazê-lo, oferecei-mo a Mim. As vossas orações chegarão até Deus, até ao Céu, e muitas Graças descerão sobre cada um de vós. Fazei vigílias Pascais, penitências e sacrifícios para Consolar Jesus. Cada dor que sentirdes, cada doença, cada cruz, cada sofrimento, cada lágrima que derramardes, entregai tudo isso, imediatamente nas Mãos de Deus e não fiqueis deprimidos. Jesus sofreu muito mais que vós e hoje é feliz. Ele ressuscitou. Que no Domingo de Páscoa, os vossos corações sintam uma vida nova, um mundo novo. Jesus era um Homem simples, sendo Filho de Deus morreu, mas ressuscitou plenamente. E vós que sois os seus filhos mais amados? Será que Ele vos deixará morrer no pecado? Não, meus filhos. Ele quer salvar-vos e vai salvar cada um. Tudo dependerá da vossa vontade e da vossa entrega. Jesus não vos obriga a nada, nem Eu. Tudo depende de vós. Ele vos ama, e ama-vos tanto que se entregou numa Cruz, e se humilhou ao máximo, para vos salvar.

Filhos, quando fizerdes a Via Sacra, cada um de vós pegai a vossa cruz e ide com Ele até ao Calvário. Pensai Nele e sofrei com Ele. Hoje, vós sofreis no vosso dia a dia como Jesus. Aceitai o sofrimento e a cruz. Eu vos peço novamente: – nesta Quaresma, jejuai a pão e água às terças e sextas-feiras, para que, assim, possais expiar, não só os vossos pecados, mas os pecados do mundo inteiro e colaborar na salvação de muitas almas.

Nesta Quaresma quero ainda pedir-vos para tomardes muito cuidado com os meios de comunicação – televisão, ou qualquer outro tipo de média, jornais, revistas, com os anúncios publicidade e notícias. O inimigo utiliza em particular a televisão como meio de perversão dos meus filhos, retirando-lhes o tempo das orações e trocando-as pela propaganda dos princípios contrários à Doutrina de Deus, tornando-se assim o novo falso ídolo, que ocupa o lugar central dos vossos lares. A televisão tem em si a imagem do demónio, que é o novo ídolo, o anti-Cristo, com som e movimento. Deste modo o mundo das sombras é o ponto fulcral da vida de muitos filhos e por eles adorado. Muitas mentiras serão passadas a respeito da Igreja, e sobre a Religião Católica. Há um grande complô armado para derrubar a Igreja do Meu Filho Jesus. Já há muito tempo que os inimigos preparam o assalto. Ficai alerta! Haverá muita confusão e muita coisa virá dos sacerdotes ou de membros do escalão mais alto da Igreja. Meus filhinhos, o inimigo, quer confundir-vos.  Rezai muito, rezai muito, rezai muito pedindo sempre discernimento e força para vencerdes. Tende sempre os vossos corações puros e sinceros. Amai todos com igualdade e protegei-vos a vós mesmos contra a corte infernal! Os inimigos são vorazes, inteligentes a ponto de poder enganar-vos. Rezai pelo vosso Papa Bento XVI. Deus o ampara e conduz, pois precisa dele para o sustento da sua Igreja, até que chegue o tempo da Redenção. Muitos o odeiam e querem-no fora do trono. Ele tem procurado corrigir os erros da Igreja, mas encontra resistência, e encontrará ainda mais, já que são também cada vez mais numerosos os seus inimigos, Ele não fraquejará, contudo o seu poder será tomado, mas não tombará, enquanto não cumprir a sua missão na terra. Sofrerá muito. Rezai, por ele! Rezai também por aqueles que não o compreendem, e o julgam sempre mal, procurando não ver ou não ouvir o que diz.

Meus filhos queridos, cada vez mais o inimigo quer apoderar-se do homem, quer dominar, quer conduzir, quer amordaçar, criando eventos, novas tecnologias, Chips de reconhecimento, etc. Filhos, se vos aconselharem a aceitar colocardes em vós mesmos tais eventos, recusai. Se isto acontecer, não podereis aceitar, pois seríeis escravos do inimigo. Se algum filho aceitar, beberá o vinho da Cólera Divina. No entanto Meus filhos, nada faltará para os que não aceitarem, pois Deus os acumulará de Graças e Proteção. É preciso confiar e ficar muito atentos. Repito: – o inimigo espreita à vossa volta para encontrar um modo de derrubar-vos no meio do caminho, que deveis seguir para alcançardes a Salvação e a Santidade. Rezai muito e vigiai, sobretudo, sobre os vossos sentidos, que são a porta de entrada das sugestões e das tentações no íntimo dos vossos corações.

Eu e todos os Anjos e Santos estamos convosco, para ajudar-vos a manterdes as portas dos vossos sentidos, e da vossa alma, bem guarnecidos contra o inimigo. Para isso, rezai muito. As vossas orações, penitências e jejuns ajudarão muito a minorar os acontecimentos e quanto mais firmes estiverdes na oração, mais vos defenderei. Tende confiança em Mim, meus filhinhos, porque estou aqui neste Lugar sagrado, Corgo da Igreja, para ajudar-vos e conduzir-vos a um lugar mais seguro.

Para terminar, quero agradecer a todos vós que Me acolhestes com amor e carinho. Peço-vos que rezeis sempre, sem nunca desanimar. As vossas orações sinceras e perfeitas salvarão a humanidade.

A Minha bênção, para os doentes que aqui se encontram neste humilde lugar e também para todos os outros. Retornai às vossas casas. Dou-vos a minha Força e a Minha Bênção Que Deus Pai, Filho e Divino Espírito Santo vos abençoem e vos guardem. Ámen

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 1 de Abril de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Queridos  filhos, no próximo Domingo, dia de Páscoa, dia em que comemoramos a Ressurreição do Meu Filho Jesus, Eu, Maria Mãe da Bondade, a Mãe do Amor e da Misericórdia digo-vos: Alegrai-vos Comigo meus filhinhos queridos, porque Jesus crucificado e morto, ressuscitou, com a Sua Glória, Imortal, Impassível, para nunca mais morrer. Assim, no próximo Domingo, alegrai-vos Comigo porque em Jesus Triunfante do mal, do pecado e da morte, o Meu e o vosso Triunfo estarão assegurados e, Nós, Meus filhos, triunfaremos finalmente do demónio.

Nesta Páscoa, dou-vos um conselho de Mãe: Gostaria que tentásseis vencer um defeito cada dia. Se o vosso defeito for zangar-vos por tudo, tentai um dia zangar-vos menos. Se o vosso defeito for o de não obedecer, ou de não poder suportar aqueles que não vos agradam, tentai um dia falar com eles. Se o vosso defeito for o de não suportar um irmão orgulhoso, deveis tentar aproximar-vos dele. Se desejardes que esse irmão seja humilde, sede vós também humildes. Mostrai que a humildade vale mais do que o orgulho. Assim, cada dia tentai ultrapassar e rejeitar um defeito do vosso coração. Procurai os defeitos que tendes de vencer.

Meus filhinhos, queria também falar-vos de um duplo e gravíssimo pecado que se comete no vosso mundo: A calúnia e o escândalo. Ambos são como homicídios, o primeiro apunhala a honra, o segundo, a inocência, a alma de um filho. Gostaria que todos entendessem a gravidade enorme da calúnia, que tão facilmente se propaga, e tanto prejuízo acarreta às famílias. É como um veneno que entra sem que vós próprios vos apercebais dele.

Meus filhos queridos, amai a sinceridade e a prudência e para vós, não será fácil caluniar. Quantas obras  se desmoronaram por causa das más línguas… Quantas famílias arruinadas… Quantas almas, ardentes e bem intencionadas, sentiram o amargo travo do aviltamento ou da calúnia…

Filhos, a calúnia é muito pior, quando sai do coração e dos lábios dos Meus filhos prediletos. Os que recebem o Meu Filho Jesus com frequência, que frequentam a Igreja, passam, com enorme facilidade, da murmuração à calúnia. Algumas vezes, ela nasce da inveja, e do orgulho. Outras vezes, são as pequenas rivalidades, mesmo no Bem, que as fazem tonar satânicas. A inveja das graças de outrem fazem-vos capazes de descobrir até o que não existe e difundir o mal que na realidade não há. Queridos filhos, fugi deste pecado tão grave que semeia a morte na honra dos vossos irmãos que vivem ao vosso redor, sem que vos apercebeis disso, e fazei a solene promessa de vos não manchardes mais com um tal pecado, tão fácil de evitar. Se não podeis falar bem do vosso próximo, calai-vos. Seria muito melhor para vós, permanecerdes mudos que servir-vos mal da vossa língua.

Meus filhos, Nós juntos venceremos toda a treva, todo o mal e todo o tipo de morte que reinam neste vosso mundo. Caminhai sempre na estrada do Bem, afastando-vos sempre mais do mundo, das coisas vãs e passageiras, das fáceis seduções do mal, das fáceis oportunidades de pecar, para que, verdadeiramente, mantendo-vos resguardados do mal, recolhidos e protegidos pela oração, pela meditação, pela fuga das ocasiões de pecado, as vossas almas possam sempre crescer cada vez mais, nas virtudes, na prática do bem, na observância de todos os Mandamentos de Deus e no fiel cumprimento de todas as Mensagens que Eu vos tenho dado aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja. Libertai-vos do pecado, nesta Páscoa, pela Santa Confissão. Preparai bem um exame de consciência, antes de fazerdes a Santa Confissão. Rezai, rezai ao Espírito Santo, a fim de que vos ilumine e vos dê o verdadeiro arrependimento e a contrição perfeita de tudo o que fizestes ofendendo o vosso criador. Pedi-lhe também que vos dê aversão ao pecado. Depois, procurai o ministro do Meu Filho Jesus para fazerdes a vossa Santa Confissão.

Pedi também que ele seja iluminado pela Luz Divina e saiba assim orientar todas as almas na Luz do seu Espírito. Agradecei a Deus por Ele ter permitido que o sacerdote vos escute em confissão e em Seu nome perdoe os vossos pecados. Agradecei sempre a Deus por essa Graça de Misericórdia que ele vos concede, através do Sacramento da Confissão, e, principalmente, por Ele ter deixado os sacerdotes aqui na  terra para administrarem esse sacramento. Rezai, rezai, rezai muito e agradecei ao Senhor Jesus Cristo por tudo: pelas alegrias, pelos sofrimentos, pelo vosso trabalho, pelo pão de cada dia, pelas vossas cruzes que às vezes se tornam pesadas demais, enfim, por tudo deveis agradecer ao Senhor.  Ele só dá a cada filho aquilo que ele puder suportar. Se aceitardes as cruzes que Deus aprouver mandar-vos, podereis transformá-las em grandes Graças e méritos para vós mesmos e para as vossas almas que estão necessitadas do Amor e da Misericórdia de Jesus.

Filhos, Cristo é Vida, é Ressurreição. Sabei aceitar as vossas cruzes e podereis ressuscitar para uma Nova Vida em Cristo. Sereis verdadeiramente Meus filhos, Filhos do Senhor. São meus verdadeiros apóstolos dos últimos tempos, aqueles que levam ao mundo inteiro a Minha Graça e fazem brilhar sobre o mundo inteiro a Minha Luz.

Nesta Páscoa Meus filhos queridos, abri os vossos corações… e deixai que a fé e o Amor façam eterna morada neles. Já que a Páscoa é Amor, desejo que este Amor se fortaleça cada dia, e cada ano.

Meus filhos queridos, queria pedir-vos que no próximo primeiro Domingo do mês de Maio, trouxésseis todos, três rosas: Uma branca, uma vermelha e outra amarela, para Eu as abençoar. Essas rosas, serão um escudo para vós, no ataque do demónio, às vossas vidas e às vossas casas.

Antes de terminar queria também pedir-vos, que quando fizerdes oração com o Meu Rosário (o terço) no dia de Páscoa, que o oferecêsseis pelos vossos familiares. Oferecei-o também pelos pecadores, pelos moribundos, pela igreja do Meu Filho Jesus, pelo vosso Papa, cardeais, bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas; incluí também, as almas do Purgatório, os Meus jovens e muito especialmente, oferecei-o pelo triunfo do Meu Imaculado Coração.

Eu vos amo muito Meus filhinhos, deixai-vos guiar por esta Mãe que será o vosso refúgio e amparo nos dias de tribulação que se aproximam. Rezai, rezai, rezai e confiai. Sede exemplos firmes nos vossos compromissos. Sede filhos gratos, louvai e agradecei a Deus, sem cessar.

Eu, a Mãe de Jesus Cristo Ressuscitado, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja, dou-vos uma Bênção muito especial e faço-o em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade no Corgo da Igreja

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 6 de Maio de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhos, obrigada por estardes aqui. Como estou feliz ao vê-los reunidos a rezar. Eu sou a Mãe da Bondade e a Senhora do Rosário. Jesus envia-Me aqui a este Lugar, Corgo da Igreja, afim de que Eu derrame as Suas Graças. Milhares de Graças são derramadas sobre todos vós.

Meus filhinhos, no dia 13 de Maio comemorai a Minha primeira aparição na pobre Cova da Iria em Fátima, data em que apareci aos três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta. Eu, convido-vos a seguirdes com os Meus pastorinhos, o caminho da santidade, da perfeição e do verdadeiro amor. Este é o caminho para o qual Eu também vos chamei aqui nestas aparições, Corgo da Igreja, que são a continuação e a conclusão de Fátima e onde cada dia Eu vos conduzo e guio na direção de Deus e da Salvação. Assim, filhos queridos, segui-Me todos os dias, com os Meus pastorinhos pela estrada da penitência. Eu posso transformar-vos em rosas brancas, símbolo do Espírito Santo e oração, em rosas vermelhas que representam o espírito de reparação e sacrifício; em rosas amarelas, o Espírito de penitência. Todas estas rosas filhos, estarão sempre abertas e perfumadas, para oferecer ao Altíssimo o doce e suave perfume das vossas almas, e ao mesmo tempo, para perfumar esse pântano de pecado que se tornou o mundo e transformá-lo num odorífero jardim de Santidade.

Meus filhos queridos, segui sempre a estrada do verdadeiro amor, amando o Senhor e a Mim como os três pastorinhos amaram, colocando completamente os vossos corações nas Minhas mãos, renunciando sempre à vossa vontade para fazerdes a Minha, imolando-vos sem cessar, por Mim e Comigo para a Salvação de toda a humanidade. Se fizerdes assim, meus filhos, como os Meus pastorinhos de Fátima fizeram, doando-se, oferecendo-Me as suas vidas  em sacrifício, Eu poderei transformar-vos em cópias vivas deles, para maior Glória do Senhor, do triunfo do Meu Coração Imaculado sobre todos os povos, e do Triunfo da Fé Católica no mundo. Deste modo, a promessa feita em Fátima por Mim no dia 13 de Julho de 1917, repetida aqui e em todos os lugares das Minhas aparições, se tornará realidade. O Meu Coração Imaculado triunfará, primeiro em vós e por fim no mundo inteiro. A chama do Meu Amor irromperá poderosa abrasando todo o mundo e transformando-o numa só fornalha mística, ardente de Amor. Aquilo que Eu disse em Fátima, repito-vos novamente. Rezai o Santo Rosário todos os dias, pela conversão dos pecadores, pela paz no mundo e pelo fim das guerras. Convertei-vos! Não ofendeis mais, Deus Nosso Senhor Jesus Cristo, que já foi por demais ofendido, preparai-vos porque o grande aviso está próximo, sacudirá a terra inteira, estremecerá até as consciências mais obscuras, indiferentes e duras. Todos os homens saberão que Deus está vivo, que Ele existe. Ele é a verdade e só Nele está a plenitude e o sentido da vida. Preparai-vos, porque o Meu Coração Imaculado por fim, por meios inimagináveis e surpreendentes triunfará!

Convido-vos, neste mês de Maio, a aceitardes o Meu Amor, a deixardes o Meu Amor transformar-vos nestas três rosas místicas, perfumadas de Caridade Divina, de Bondade, de Generosidade e de Doação ao Senhor. Com essa vossa beleza espiritual, Eu Maria, Mãe da Bondade, poderei construir a Minha própria beleza, a Minha própria Bondade e Amor, para que o perfume do Meu Amor seja sentido por todas as almas do mundo, por meio de vós.

Meus filhos, estas três rosas que Eu vos pedi para trazerdes, vou agora abençoa-las. Levá-las-eis para as vossas casas, distribuireis as pétalas aos doentes e aos sofridos. Colocareis as pétalas sobre o leito dos agonizantes e nas vossas casas, para que a Minha Graça e a Minha Bênção preencham e envolvam os vossos lares, e os livrem das investidas do demónio.

Filhos, conservareis o caule e as pétalas dessas rosas, mesmo depois de secas nos vossos altares, para que a Minha Bênção permaneça por muito e muito tempo, envolvendo e cumulando os vossos lares das Benevolências e das Misericórdias do Altíssimo.

Hoje, filhinhos queridos, Eu queria que todos vós fosseis à Santa Missa. Quando o Meu filho predileto, o “sacerdote”, vos abençoar, no fim da missa, levantai as vossas rosas, para poderem ser abençoadas, também, pelo Meu Filho Jesus Cristo.

Antes de terminar o Meu filho querido, Fernando, fez-me uma pergunta sobre o significado das doze pombas brancas que andam à Minha volta, porque muitos dos seus irmãos já lhe fizeram essa pergunta e ele não soubera responder. Eu digo-vos o significado das doze pombas. Elas são o símbolo dos doze Apóstolos que levaram aos quatro cantos da terra a Redenção, nascida de Cristo Crucificado. Esta mensagem de Redenção, também aqui, está presente neste santuário, Corgo da Igreja, unida à Figura do Espírito Santo que desceu em forma de pomba.

Neste momento, abençoo-vos todos, por meio dos Meus três pastorinhos de Fátima.

De Fátima na Cova da Iria, e no Corgo da Igreja deixo o Pai nas vossas mentes, o Filho nos vossos corações, e o Espírito Santo nas vossas almas.

Eu vos abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 3 de Junho de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Obrigada, meus filhinhos queridos, por terdes vindo a este Lugar Sagrado, Corgo da Igreja. Eu agradeço-vos, e Deus também.

Nós, não somos ingratos. Deus vê tudo e ouve tudo. Vós, é que não O vedes nem O escutais, mas Ele está convosco, nos vossos corações, que é o lugar, onde Ele mais gosta de estar. Ele mora dentro de todos vós. Todos vós sois moradas do Espírito Santo. Rezai ao Espírito Santo. Quanto mais rezardes dirigindo-Lhe as vossas orações, melhor. Quando pedirdes a Sua ajuda, Ele agirá em vós. Ele vos vence, vos domina, guarda e purifica. E, quando pecais, vós diminuis o Seu poder. Ele é a verdade, o caminho, a vida. Deus é Vida e Paz.

Filhinhos, vós precisais muito desta Paz! Se tiverdes esta Paz, estareis mais próximos de Deus, tereis Deus bem perto de vós. Mas se sentirdes raiva, medo, ódio, rancor, mágoa, dúvida, inquietação, falta de alegria e tranquilidade, angústias, sabei que com esses sentimentos, Deus não estará convosco.

Meus filhos queridos do Meu Coração, que o Meu Rosário seja a vossa proteção. Levai sempre o Terço no vosso pescoço para que rezeis constantemente contra o demónio, que vos ronda e vos tenta. Ele é um feroz dragão que tenta destruir os Planos de Deus, fazendo-vos mudar para o seu lado. Não façais isso, Meus filhos, não façais. Acreditai na existência do demónio e não duvideis de que ele está aí, perto de vós, querendo-vos fazer o mal e infelizmente, com alguns está conseguindo.

Quantas famílias desunidas que não vivem como cristãos autênticos… Quantos pais perdem os seus filhos para o pecado do mundo… Quantos filhos que não obedecem aos seus pais. As discórdias e brigas dentro dos vossos lares. A desunião e o desamor entre parentes e familiares, são causados pelo demónio. Cuidado, filhinhos! Cuidado com o demónio! Rezai a oração ao Meu Arcanjo Miguel, para vos protegerdes do demónio. Estai preparados e não tenhais medo. Eu, a vossa Mãe do Céu não permitirei que sejais devorados pelo demónio. Deveis, estar em constante oração e permanecei vigilantes. Rezai em grupos de oração, e em casa com as vossas famílias. Muitos de vós não rezais com as vossas famílias. É preciso amar mais as vossas famílias. Sim filhos, a Família é um Dom de Deus para vós. Deus escolheu-os para ficardes morando juntos numa mesma casa. Nem todos vós amais muito as vossas famílias. Amai, amai, amai, filhos. Mesmo que eles vos façam o mal e vos odeiem. Sim filhos, Eu vejo ódio nalguns de vós. Amai e rezai meus filhos. Eu não quero ver discórdias nas vossas casas. Deus quer Paz, e como vão tê-la Meus filhos? Como vão construí-la? Com ódio, com raiva, discórdia e brigas nas vossas casas? Começai hoje a rezar com as vossas famílias. Vós, jamais vos arrependereis disso.

Queridos filhos, uma densa treva paira sobre vós. É necessário muita oração para se evitar o que poderá vir sobre a terra, em grandes proporções. Acordai, meus filhos, acordai. O demónio deseja trazer-vos desgraças, guerras, violência em proporções terríveis para que muito sangue, sangue de vítimas inocentes seja derramado para satisfazer os seus intentos maléficos. A humanidade viverá dias de purificação, nunca antes vistos na terra. As riquezas dos homens desaparecerão, as economias das nações andarão pelas ruas da amargura, e a crise financeira a nível mundial, dará muitas dores à humanidade. O flagelo da fome assolará nações inteiras. As nações poderosas terão o monopólio dos poucos alimentos, e as nações mais pobres verão morrer de sede e de fome os seus filhos. Quantos espinhos serão infligidos no Coração do Meu Filho Jesus Cristo e no Meu, e quantos serão infligidos pelos erros que essas nações vão espalhando por toda a terra. Que todas as nações, estejam atentas porque a mão de Deus poderá se abater sobre elas. Eu desejo que essas nações se convertam e se consagrem, ao Meu Coração Imaculado. Que o Santo Evangelho, Palavra de Deus, esteja nas vossas mentes.

Meus filhos queridos, muitos de vós não estais percebendo a agonia do mundo. Não estais prestando atenção aos acontecimentos que antecederão as grandes catástrofes, e que são avisos da vinda do Senhor. De facto, filhos, a vinda do Senhor está iminente, mas como diz a Palavra de Deus, ninguém sabe o dia nem a hora, mas acontecerá. E, certamente que, para essa hora, todos os filhos deverão estar preparados. Não vos esqueçais que Jesus Cristo morreu ao levar sobre si os pecados do mundo. Jesus é Fiel ao seu pacto. Enquanto vós, distraídos, vos esqueceis Dele. Recordam-No apenas nos momentos de necessidade e em horas extremas. Aceitai o meu Convite, começai a trilhar o caminho da verdade e da Vida. Jesus Cristo espera-vos de braços abertos. Não deixeis a conversão para amanhã, juntai-vos a Jesus Cristo nas dores e nas alegrias. Este é o tempo em que deveis corrigir os vossos pecados e consertar o que está errado. Este é o tempo de uma verdadeira entrega ao Senhor, não deixeis, para a última hora, a hora é agora, não deixeis para vos converterdes quando a terra estiver completamente coberta de luto.

Meus queridos filhos, rezai e convertei-vos, rezai e convertei-vos, rezai e convertei-vos.

Derramo as Minhas Graças, sobre os filhos do mundo inteiro. Vivei no Amor e na Paz do Meu Filho Jesus Cristo.

Daqui deste Lugar Sagrado, Corgo da igreja, abençoo-vos todos. Abençoo os meus filhos portugueses e os do mundo inteiro. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 1 de Julho de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Queridos filhos, estou aqui, outra vez neste Lugar sagrado, Corgo da Igreja, para pedir-vos mais uma vez, que rezeis por todos os Cardeais, Bispos e Sacerdotes. Todos eles são Meus filhos prediletos.

Rezai, a fim de que todos compreendam as advertências que tenho feito através das Minhas mensagens, em todos os lugares das Minhas aparições.

Rezai, a fim de que todas as almas consagradas a Deus cumpram bem e com amor a graça do sacerdócio e da consagração, que ofereceram a Deus, testemunhando com fé e com coragem O Meu Filho Jesus, a todos os fiéis.

Não tenhais medo, Meus queridos filhos. Sou a Mãe da Bondade, Rainha Vitoriosa de todas as batalhas. Manifesto-Me aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, para dizer a verdade e denunciar a mentira. Apareço aqui filhinhos, para ajudar a Igreja de todo o mundo, que corre muito perigo.

Mais uma vez vos peço que rezeis pela Igreja do Meu Filho Jesus Cristo. O inimigo já entrou nela e com muita astúcia, tenta seduzir os meus filhos prediletos com gestos e palavras enganosas. Eu sou a Mãe da Igreja e tento ajudá-los, mas Sou perseguida por alguns destes filhos prediletos, que proíbem os fiéis de irem aos locais das Minhas aparições. Eu quero dizer aos Meus filhos sacerdotes, que eles devem ajudar mais os fiéis a encontrar Deus. Deixai-Me ajudar-vos. Parai de me perseguir nas minhas aparições. Quantas graças e sinais, o Senhor manifestou em vários lugares destas Minhas aparições

Filhinhos, peço-vos que avanceis e façais as Minhas advertências chegarem ao conhecimento de todos.

Não percais tempo, o tempo é muito precioso. Para além da sua preciosidade ele é muito curto, portanto, peço a todos os Meus filhos que multipliqueis os vossos passos em direção ao Meu Diletíssimo Filho Jesus Cristo. Sobre isto, já vos tinha alertado em muitas outras mensagens, já tinha pedido com doçura a conversão da humanidade, mas mesmo assim, não fui e nem Sou ouvida.

Alerto-vos novamente meus filhos, lembrando-vos que flagelos e grandes catástrofes à escala mundial, serão derramados sobre toda a humanidade que triste e ferida ficará até à transformação de toda a terra. Fico muito triste, quando vejo que a humanidade está à beira destas catástrofes e os homens preferem permanecer surdos e cegos. Rezai, rezai, rezai Meus filhos queridos. Quem reza não tem medo do futuro e quem jejua não tem medo do mal. Repito Meus filhos: Quem reza não tem medo do futuro, embora a ideia de futuro sempre vos tenha deixado inseguros, duvidosos. Para combaterdes esta sensação de insegurança, deveis colocar Deus nas vossas vidas, porque ainda estais muito distantes Dele, principalmente os que não rezam o Meu Rosário (o Terço), os que não assistem à Santa Missa. Como podeis ter segurança, se não tendes como um dos vossos objetivos a ORAÇÃO? Sabei que a vossa segurança está em Deus. Ele fez o Céu e a Terra, caso contrário, tudo iria por água abaixo.

Meus filhos, algo que não seja construído na rocha que é Deus, jamais poderá subsistir às tempestades deste vosso mundo tenebroso e ameaçador.

Queridos filhos, a ORAÇÃO apropriada vem do fundo dos vossos corações, do vosso sofrimento, da vossa alegria, da vossa vontade para procurardes o perdão dos pecados. Jogai fora todo o tipo de superstições. Expulsai aquele que vem de longe e tenta roubar-vos a vossa Fé. Não lhe permitis que vos engane, nem até mesmo que faleis mal deste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja. Aqui, podeis aumentar a vossa e os vossos conhecimentos sobre Deus. Também, podereis aprender a conhecer-vos melhor a vós próprios, e lembrar-vos que fostes criados à sua imagem e semelhança. A ORAÇÃO levar-vos-á ao cumprimento dos meus desejos, à realização da Minha Missão aqui neste mundo convosco, e à unidade da família de Deus.

Queridos filhos, de uma maneira muito especial, hoje, Eu desejo chamá-los à conversão, para que o vosso exemplo seja um sinal e um incentivo à conversão dos outros filhos. Eu estou convosco e junto do Meu Filho Jesus Cristo, Eu intercedo pela vossa conversão. Peço que crieis mais grupos de oração em nome de Deus. Pedi a Luz, para que vos eleveis e possais ajudar no processo de elevação do vosso mundo e de toda a humanidade.

Sei que existe entre vós, filhos de oração, caluniando um outro irmão de oração. Eles querem desestabilizar o vosso grupo de oração, querem confusão, querem fragmentar, porque um grupo unido é muito poderoso. Deus não vai permitir que algo aconteça de mal a quem se dedica à oração.

Antes de terminar, Meus filhos, convido-vos a rezardes pela saúde do vosso Papa Bento XVI. Voltai sempre as vossas orações para o Santo Padre. Ele foi escolhido pelo Meu Filho Jesus. O Santo Padre é a única esperança da Ressurreição da Igreja do Meu Filho Jesus Cristo e o único símbolo da sua unidade. No entanto, Meus filhos, o Santo Padre já não tem mais voz, pois muitas palavras suas, já não são colocadas aos seus filhos; muitas cartas suas, orientações, escritos, determinações, estão sendo camufladas pelos inimigos da Igreja, e também muitas ordens e orientações, já não vêm dele, são colocadas como se assim fossem. Rezai muito por ele, meus filhinhos queridos, pois vós fazeis parte da sua Missão. Eu confio em vós.

Também queria pedir-vos que rezásseis pelos filhos do mundo inteiro, que estão passando fome, por causa da crise financeira.

A Minha bênção para os doentes que aqui se encontram neste humilde lugar, Corgo da Igreja, e também para todos os outros. Retornai às vossas casas. Dou-vos a Minha Força e a Minha bênção.

Que Deus Pai, Filho e Divino Espírito Santo, vos abençoem e vos guardem. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 5 de Agosto de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhinhos, mais uma vez, venho do Céu à terra, a fim de convidar-vos novamente à oração e à confissão dos vossos pecados.

O pecado, ganha força, escraviza muitas famílias e cria entre elas, muita amargura e inquietação. Hoje, quando fordes à Santa Missa, peço-vos humildemente que confesseis os vossos pecados. A confissão traz a cura às vossas almas e é através dela que sereis perdoados, a fim de renascerdes espiritualmente para uma vida reta e virtuosa.

Meus filhos queridos, na confissão, abri a Deus os vossos corações e permiti que a Luz do Coração do Meu Filho Jesus Cristo, transforme os vossos corações, a fim de lutardes contra o pecado e alcançardes a pureza das vossas almas. Lembrai-vos, que Deus sempre vos vê e observa cuidadosamente os vossos sentimentos, os vossos pensamentos e os desejos dos vossos corações. Evitai mesmo os menores pecados, para não caírdes nos maiores. Deixai o Meu Filho Jesus Cristo ser o vosso Mestre em tudo e constantemente recorrei a Ele, que vos espera no silêncio do Sacrário. Sinto muita alegria quando vós ides à Santa Missa com muita Fé. Nela, o Meu Filho está sempre presente, vivo e ressuscitado, e ali há a Sagrada Eucaristia. Busquem-no meus filhinhos. Procurai comungar o mais que puderdes. Vós, jamais vos arrependereis disso. O que fizerdes por Jesus, Ele há-de recompensar-vos.

Infelizmente, muitos filhos faltam ainda à Missa. Quem perde uma Missa, está perdendo muitas graças.

Meus filhos queridos, vós não sabeis o quanto a Eucaristia é importante. Se soubésseis, nunca faltaríeis à Santa Missa. Apresentai a Jesus e a Mim, as vossas alegrias e tristezas. Vós, não sabeis os planos de Deus, não os conheceis. Só mais tarde os compreendereis.

Meus filhos queridos, gostaríeis de saber tudo o que vai acontecer, mas não deveis saber nada ainda. O futuro está nas mãos de Deus, só a Ele pertence. Ninguém tem de ficar vasculhando o futuro, nem ter uma curiosidade exagerada sobre ele. A humanidade peca muito, peca gravemente contra o Senhor. Ela mesma atrai e causa muitas desgraças, infelizmente. E eu venho fazer os últimos avisos à humanidade para que ela se converta, se transforme, e mude os seus atos. Convertei-vos, Convertei-vos, Convertei-vos, filhos. Eu sou a vossa Mãe do Céu, rezo, intercedo e clamo junto do Senhor para que se convertam e mudem de vida. Fazei, muita Penitência para que Deus vos perdoe.

Que esta Mensagem Meus filhos, seja para vós um incentivo ainda mais forte à confissão, nestes tempos tão difíceis e confusos. Procurai, ser daqueles que usam o dom do entendimento, da sabedoria, da piedade, do Santo Temor de Deus, procurando o que verdadeiramente é necessário, deixando o supérfluo de lado. Nada é mais necessário para vós, do que pedir que seja feita nas vossas vidas, a vontade de Deus, que ameis Deus de todo o coração e saibais agradá-Lo e dar-lhe contentamento.

Filhinhos, este é o único e principal objetivo da vossa existência neste vosso mundo: Amar Deus de todo o coração, com todas as forças, todo o entendimento. Se vós  fizerdes o que vos disse, prometo ajudar-vos, prometo fazer tudo o que puder para levar as vossas almas para o Céu. Rezai, rezai, rezai muito, pois é somente pela oração que eu posso conduzir-vos ao caminho da Santificação e da salvação que o Meu Filho Jesus Cristo oferece largamente por meio do Meu Coração Imaculado. Eu estou sempre convosco em todos os momentos, e preparei o Meu Imaculado Coração, para ser o vosso refúgio e a vossa morada perpétua. Entrai, entrai, entrai Nele meus filhinhos, dando-Me o vosso ”SIM” nestes tempos tenebrosos do predomínio do demónio e do mal no mundo, para que Eu Maria, Mãe da Bondade, possa sempre guardar-vos, proteger-vos e livrar-vos de todo o Mal.

Ficai todos em Paz, meus filhinhos queridos, na presença de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Divino Espírito Santo.

Eu, Maria, Mãe da Bondade vos deixo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 2 de Setembro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus filhos queridos, neste Domingo, em Paz e em silêncio, agradecei a Deus a presença de Jesus em todos os sacrários do mundo e em especial nos vossos corações.

Louvai e glorificai Deus agradecendo-lhe o amor tão grandioso que o Céu vos concede por meio da presença de Jesus nos vossos corações.

Filhos, em silêncio pedi a Jesus paz para as vossas vidas, para as vossas famílias e para a vida dos jovens.

Nesta tarde tão linda, Deus quer fazer-vos compreender que este lugar sagrado, Corgo da Igreja, é um lugar de oração e de acolhimento. Deveis refletir nestes dois pontos e essencialmente no que se refere ao acolhimento, pois vos mostra como sois aqui acolhidos pela Misericórdia Divina.

Quão linda é a Misericórdia!

Quão grandiosos são os raios do Coração de Jesus Misericordioso!

É grandiosa a sua Misericórdia, e grandioso o seu Coração!

Queridos filhos, vivei em Paz, senti a presença de Deus, nos vossos corações. Deveis vir aqui por um motivo muito especial – Jesus. Por Ele, esta vossa tarde de hoje, será uma tarde de oração e de adoração. Jesus pede-vos grande simplicidade de alma. Ele fala aos vossos corações e aceita as vossas orações como uma prova linda de amor.

Os homens muitas vezes, não têm humildade e nem simplicidade, deixam-se corromper pela ganância, pelo poder; vivem como se a vida fosse unicamente terrena e esquecem-se da Paz. Um dos motivos mais importantes para aqui estardes deverá ser para pedirdes a Paz.

Hoje, Eu, Maria, Mãe da Bondade, a Mãe de Deus, quero pedir a todos os Meus filhos, principalmente aos que governam as grandes nações, para procurarem viver a Paz. A maior necessidade do mundo de hoje é justamente a Paz. Procurai a Paz em tudo e com todos.

O mundo precisa viver na Paz, viver em comunhão com o Céu.

De todas as maneiras o demónio tenta tirar-vos essa Paz, quer por meio de doenças, de vícios, quer induzindo-vos a cometer inúmeros pecados

As minhas palavras de hoje, pedem-vos mais santidade, mais vivência de santidade.

Jesus lembra-vos a necessidade de conversão nas famílias, nos corações, em especial dos jovens e das crianças.

Lembra-nos a necessidade de dobrar os joelhos e pedir a Paz.

O Céu, meus filhos queridos, está atento aos momentos de tribulações, que a humanidade vive hoje, com tanta dor. É preciso que vos sustenteis na Fé, na Caridade, na Humildade.

Jesus vem pedindo que a humanidade acolha o Céu, acolha os ensinamentos do Céu. Jesus disse: ”uma multidão muito grande é chamada, mas poucos são determinados a viver verdadeiramente a Santidade”. Entre esses poucos, neste Domingo de Adoração, e de acolhimento à Palavra de Jesus Eucarístico, todos os filhos que aqui vieram a este Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, são a Família de Deus, são aqueles que disseram Sim, que abriram as portas dos seus corações e vieram com Fé, com Sabedoria, com Amor, agradecer e louvar Deus.

Quando o Céu Me conduz a estar presente convosco, como neste momento, ao olhar para todos vós, que trazeis nas vossas mãos, uma das armas mais preciosas e que o homem mais precisa, que é o Rosário, peço aos Meus filhos, que sejais homens de oração, não só de palavras, mas principalmente de mudança de vida. Procurai transformar-vos, curar-vos, serdes realmente filhos cada vez mais abençoados por Deus.

Meus filhos queridos, procurai vivenciar com mais amor, com mais carinho, sinceridade e verdade a vontade de Deus.

Fazei sempre um exame de consciência, um ato de reconhecimento das vossas fragilidades. Procurai verdadeiramente o caminho da Conversão. Não permitais que o inimigo troce tanto de vós, porque ele sabe plenamente, quando vós errais, quando vós ofendeis o Coração de Jesus. Pedi sempre a Jesus para proteger as vossas famílias. Entre tantos pedidos que fazeis a Deus, um dos mais importantes é a proteção da vossa família. Pedi então a Jesus que proteja sempre as vossas casas, os vossos filhos, as vossas famílias. Pedi também a Deus que vos conceda a capacidade de perdoar, de amar, de serdes caridosos, de aceitardes os outros como eles são, porque muitas vezes vós não sabeis amar os vossos filhos, que tanto precisam da vossa ajuda.

Sabem porque Deus me envia de corpo e alma, aqui à terra? Porque os Meus filhos precisam do Coração desta Mãe e porque Eu, Maria, Mãe da Bondade, abro o Meu Coração e o Meu Manto sobre todos vós, filhos. É com Amor que Eu irei resgatar todos os Meus filhos e conduzi-los ao Coração de Jesus Misericordioso. Não é com violência porque Deus não é violência, Deus é Amor. Amai mais, mas amai com o amor de Deus. Não é com o amor dos homens, um amor caprichoso, interesseiro. Amai com amor de Misericórdia e assim sabereis ajudar aqueles que mais precisam de vós.

Quanto a vós filhos, que estais aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, pedindo a Deus a cura, a libertação das vossas famílias, pedindo a Deus pelos vossos filhos, acreditai que, apesar de hoje, existirem tantas armadilhas do demónio para tentar confundir, e iludir a humanidade, Deus está no meio de vós, está convosco.

Meus filhos, acreditai sempre e sereis vitoriosos. Estais aqui, porque esperais um mundo melhor, sabeis como é grande o poder de Deus, sabeis que a humanidade se prepara para o triunfo do Meu Coração. Aqui, sois filhos de Deus abençoados e felizes, longe de todo o sofrimento que leva o homem a uma vida de tristeza, de depressões, de doenças espirituais, de desespero. Quantos filhos têm tudo e não têm a alegria da paz nos seus corações! Que adianta ter as coisas da terra e não ter aquilo que realmente trás para vós a felicidade, que é a graça de Deus e a Misericórdia de Deus?

Hoje, meus filhos queridos, neste domingo, dia do Senhor, pedi a Jesus aquela graça, num momento, em que deveis estar em silêncio, com a alma em Deus, longe do bulício da terra, longe das preocupações. Jesus mostra aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, como o poder de Deus se realiza nos vossos corações, transformando-os, porque isso é necessário. Aprendei a estar na presença de Deus, a ouvir o Céu, a entregar os vossos corações, a permitir que o Espírito Santo vos envolva completamente. Ninguém vem aqui por vir, todos serão aqui iluminados pelo Céu.

Vós, não estaríeis neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, lugar que Deus escolheu, e aonde Me tem enviado durante todo este tempo, que a vós, aqui na terra vos parece longo, mas que para Deus é diferente, pois o tempo do Céu não é o tempo dos homens. O homem quer tudo rápido e depressa, o homem quer que as coisas aconteçam imediatamente, mas, digo-vos, não estaríeis aqui se Deus não vos quisesse mostrar que deveis ter preparação, para saberdes realizar os mistérios da Fé, da Caridade, da Oração, para poderdes ver o Poder de Deus se realizar em vós. Deus criou o vosso mundo, fez os homens à Sua imagem e semelhança e o que Ele deseja realmente, é que os Seus filhos sejam felizes e abençoados. Então, vivei esta Bênção.

Vós que estais aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, continuai a pedir a Deus, forças para superardes as dificuldades das enfermidades do corpo, para enfrentardes as batalhas da família.

Filhos, Jesus falou tanto de vós, pediu mais Amor nas vossas casas, pediu mais respeito.

Para ajudardes a salvar uma alma, procurai o respeito, e a dignidade, não a violência.

Deus é amor e Paz. É na Paz de Deus Pai, Filho e Espírito Santo, que vós haveis de permanecer aqui e em todos os momentos das vossas vidas, louvando e glorificando a Santíssima Trindade.

Que Deus abençoe cada um de vós.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 7 de Outubro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhinhos, pedi ao Divino Espírito Santo e a Jesus, que neste momento se faça  presente, no meio de vós, aqui neste lugar Sagrado, Corgo da Igreja, e que cuide dos vossos corações. Pedi-lhe a Paz para todos os cantos deste vosso mundo, em especial para os lugares onde há guerra, violência, tristezas, dores e lágrimas.

Meus filhos, vim até vós com os meus braços abertos, para acolher-vos, abraçar-vos, todos, sob o Meu Manto. Muitas vezes não posso fazê-lo, porque, ainda há corações cheios de falsas luzes e falsos ídolos. Limpai os vossos corações. Só assim, eu vos poderei acolher sob o meu Imaculado Manto e vos darei a verdadeira Paz e Felicidade. É por Jesus filhinhos, só por Ele, que Eu estou aqui falando convosco. Ele, que com o seu Sangue, as Suas Dores, as suas Chagas e a Sua  Paixão, vos deu a Salvação. É pela sua Infinita Misericórdia e pelo seu Infinito Amor que Eu venho ao mundo. Ele diz-me para vos vir avisar, do risco que muitos de vós correis de vos perderdes.

Meus filhos, Deus deu-vos a Salvação, mas, vós precisais também de buscá-la com ações nas vossas vidas. Há filhos, que com a sua má vida e maus sentimentos, caminham na estrada do abismo. Há muitos outros, que vão à Igreja, mas, nas suas vidas fazem coisas como se caminhassem na estrada da perdição.

Não converseis sem necessidade dentro das Igrejas. Fazei silêncio e falai apenas com Jesus. Falai só o necessário. Ele quer ouvir as vossas orações, não as vossas conversas. Não adianta muito fazerdes algum bem, e algumas boas ações, senão fordes bons filhos. Não adianta só orar muito, é preciso amar. Não adianta só ter Fé no coração, é preciso praticar a Caridade. Onde está ela, Meus filhinhos queridos? Eu não a vejo no coração de muitos. Vós cantais e louvais Deus na Igreja, adorando-O no fundo dos vossos corações, mas depois que saís, odiais os vossos irmãos e não lhes perdoais nenhuma das ofensas que recebeis…

Como podereis receber ajuda de Deus? Amar Deus é muito fácil, filhos. Ele é maravilhoso. Amar todos os irmãos é difícil, mas não é impossível. Tudo é possível para aquele que crê. Deus é Caminho, o caminho que conduz à Salvação. Ele quer salvar todos os filhos e vos chama a olhardes para as vossas vidas, para  fazerdes um bom “exame de consciência” para o vosso bem.

Sei que muitos de vós, gostaríeis de fazer algo por Mim e para Deus. Mas filhos, pensai primeiro em dar passos na estrada da Salvação, dando um bom exemplo. É esse bom exemplo que vos aproxima mais de Deus. Só assim, a vossa vida será menos sofrida, menos pobre e sem sentido. O sentido da vida está em viver com Deus a cada instante e a fazer a Sua Santa vontade. Que vós não sejais como aqueles filhos que só dizem ”Senhor, Senhor”, mas para o vosso Bem, sede filhos que fazem tudo o que Ele pede, para a vossa alegria neste mundo que se transformou num vale de lágrimas e dores, mas onde a solução para a Paz continua a estar naquele que veio há tantos anos atrás: O Meu Filho Jesus. Só Ele, ninguém mais.

Filhos, os pecadores não são só os ateus. São também aqueles filhos que vão muito à Igreja, mas não se arrependem de todo o mal que fazem nas suas vidas.

Meus filhos queridos, vejo em vós desânimo e preguiça, quando é para rezardes e irdes à Missa. Muitos de vós até inventais desculpas para fazerdes outras coisas, mas quando é para o material e o dinheiro não há nada que vos segure. E quando há algum divertimento, ides a correr para vos divertirdes. Não, meus filhos, não façais isso. Em primeiro lugar ide à Missa e rezai. As graças estão na Missa e na oração, e vós não ides busca-las! Jesus oferece-se e doa-se no Santíssimo Sacramento e vós não ides até Ele.

Queridos filhos, nas vossas orações, ficai à vontade com Jesus, falai com Ele, como se estivésseis a falar com o vosso melhor amigo. Ele vos conhece melhor do que qualquer dos vossos mais íntimos amigos. Ele conhece as vossas fraquezas. Por mais que pequeis, Jesus estará sempre pronto para vos perdoar, dando-vos uma nova oportunidade. Ele perdoa tudo filhos, desde que peçais perdão e queirais ser perdoados. Jesus sempre perdoa os filhos que O amam e nunca se esquece daquele que tem fé. Confiai nele filhinhos, amai-O. Não adianta só ter fé e acreditar. É preciso também fazer a sua vontade. Vivei pondo em prática o Evangelho. Não o desprezeis, mas cumpri cada versículo da Bíblia Sagrada. Lede um trecho do Evangelho todos os dias.

Meus filhos, um acontecimento que estremecerá a humanidade está à porta e perante isso é urgentíssimo a oração e a união de todos os filhos de oração. Rezai uns pelos outros. Não vos canseis de rezar. Que os embates do vosso dia a dia não vos retenham e que a vossa vida seja um ato contínuo de oferecimento ao Meu Filho Jesus, pelos pecados de toda a humanidade. Vivei bem os Sacramentos para estardes bem preparados. É por isto filhos, que Eu desejo caminhar sempre convosco e assim poder ajudar-vos e proteger-vos, nos momentos mais oportunos. O inimigo odeia-vos. Não deveis ter medo de nada, pois se estiverdes caminhando Comigo, nada, absolutamente nada, vos acontecerá.

Rezai, rezai, rezai sempre e procurai manter o estado de Graça que vos leva ao Céu. Assim vencereis, pois a oração vence todas as barreiras.

Meus filhinhos, mais uma vez vos peço para rezardes pelas almas do Purgatório. É imperioso que o purgatório esteja vazio, para o vosso bem. Muitos não acreditam na existência do Purgatório, e esses filhos estão destinados a pagar caro, pois correm o risco de não receberem orações. Eles não acompanham a doutrina católica, não conhecem o catolicismo e os dogmas declarados pela Santa Igreja, e por conseguinte, não merecem ser chamados católicos. Os católicos, sabem que o purgatório existe! Os católicos sabem que a comunhão dos santos existe! Rezai pelas almas do Purgatório e rezai também pelos filhos que não acreditam nele. Rezai muito com o coração. Cada oração feita com o coração pelos inimigos e pecadores é uma valiosa prece. Deveis sentir amor por eles no vosso coração, tornando-os vossos irmãos. Não os critiqueis, não os julgueis, amai-os, rezai por eles e mostrai-lhes o vosso bom exemplo. Esta é a melhor maneira de mudá-los, ajudá-los. Assim enxugarão as lágrimas do meu rosto por causa deles.

Amai filhos. Vós precisais amar, porque o Amor é Deus e quem ama, está com Deus. Um filho quando diz que está com Deus, até pode estar, mas se não amar o próximo, jamais estará, porque Deus é Amor, Ele é o Amor.

O mundo hoje está muito conturbado. Há guerras em vários lugares, até nas vossas casas, no vosso local de trabalho, nas escolas… vós estais em guerra uns com os outros e entrais para o combate fortalecidos com ódio e desamor.

Porquê meus filhos?

Deus vos ama e vós tendes que vos amar também. Vós sois filhos Dele e deveis amar-vos uns aos outros,  sempre cada vez mais. Começai hoje a amar as vossas famílias. Aqueles de quem gostais e também os que são vossos inimigos. Sede irmãos, pois é isso o que sois.

Antes de terminar esta minha mensagem, queria dirigir umas palavras a este meu filho predileto (sacerdote) que se encontra aqui. Não julgue nenhum dos Meus filhos, antes de ouvi-los em confissão.

Filho predileto, Eu quero derramar as minhas bênçãos, por isso peço-lhe que seja a ponte que liga este Meu Santuário, Corgo da Igreja, a todo o Portugal, para que muitos dos Meus filhos possam vir a este Lugar Sagrado.

Obrigada a todos vós, que viestes de longe e deixastes as vossas casas e afazeres para estardes aqui. Sei que muitos filhos de outros lugares não puderam vir e gostariam muito de estar aqui neste momento, mas filhinhos, não vos preocupeis, Eu estou aí convosco, nas vossas casas e nas vossas cidades. Os momentos em que me sinto feliz, é quando estou convosco, em oração, todos os dias. Nunca vos esqueçais de rezar meus filhos, mesmo cansados, com sono, doentes ou desanimados. A verdadeira oração não cansa ninguém. Quando nos cansamos ao rezar, é porque não rezámos verdadeiramente.

Também queria lembrar-vos que muitos de vós falais mal dos sacerdotes. Não façais isso, porque estais falando mal da vossa Igreja. Os sacerdotes e bispos são ministros do Meu Filho Jesus Cristo. É o próprio Jesus que age na pessoa deles. Uma bênção deles é a bênção de Deus. Ela afugenta o demónio para bem longe. Pedi aos sacerdotes e bispos que vos abençoem muitas vezes. Rezai pelos sacerdotes e religiosos que já são santos, para que continuem firmes. Rezai pelos sacerdotes e religiosos que fazem grandes sacrifícios e carregam grandes cruzes, para que Deus lhes dê força e consolo. Rezai para que floresçam à volta dos altares Eucarísticos muitas vocações sacerdotais. Rezai para que os sacerdotes e religiosos sejam protegidos contra todas as tentações do mal e não caiam em pecado mortal, para que Jesus os conserve na pureza e na Santidade, abençoe os seus trabalhos e lhes conceda, um dia, a coroa da vida Eterna. Rezai pelos seminaristas. Rezai também, meus filhos, pelo Santo Padre, o Papa, para que Deus lhe dê saúde, força e coragem, não o deixe cair nas mãos dos inimigos, e o proteja de todo o mal.

Eu amo-vos e abençoo-vos todos. Adeus meus filhos queridos. Deste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, ficai na bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 4 de Novembro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus filhinhos queridos, este é o mês de todos os Santos. Eles foram verdadeiros filhos obedientes e fizeram muitos sacrifícios dolorosos, consolaram profundamente o Senhor, por isso são os Santos que hoje comemoramos. Eles são uma alegria para Mim e para Deus. Foram Santos porque quiseram ser. Ser Santo não é impossível. Com Deus nada é difícil. Com Ele tudo se consegue. Os Santos deixaram Deus agir nas suas vidas. Vós não deixais. Os Santos abriram-se totalmente a Deus. Vós, não vos abris. Os Santos quiseram fazer a vontade de Deus. Vós não fazeis. Os Santos viveram os Dez Mandamentos. Vós não viveis.

Agora é a vossa vez de fazerdes sacrifícios e penitência por amor a Deus, a Mim, a vossa Mãe do Céu que vos ama ao ponto de derramar lágrimas por todos vós. Fazei também sacrifícios e penitência  por amor ao próximo, isto é,  por amor aos vossos irmãos pecadores.

Nestes tempos difíceis, Eu digo-vos: Coragem, coragem, coragem.

Meus filhos, não deveis ter medo e nem vos desespereis. Tende coragem, muita coragem, no vosso mundo de hoje. Não penseis no futuro, no amanhã. Pensai no hoje. Vivei o dia de hoje. É o único tempo que tendes para serdes santos. Mas, meus filhos, este tempo acaba-se. A vossa vida aqui na terra não é eterna. Ela é uma simples passagem que passa muito rápido. Decidi-vos por Deus, meus filhos. Este tempo é tempo de decisões. Pegai e carregai as vossas cruzes, o sofrimento das vossas vidas. Aceitai a cruz com paciência e resignação. Todos os Santos carregaram a sua cruz. Não se chega ao Céu sem cruz. Sede como crianças, vós, humanidade adulta, jovens e idosos. Não importa a idade, sede crianças puras, simples e bondosas. As crianças são os melhores exemplos para vós, são os Santos de hoje. Sede como elas. Não sejais orgulhosos, mentirosos, rancorosos, gananciosos, impuros, materialistas. Não, sejais nada disso. Sede caridosos, generosos, orantes, fiéis, amantes da oração e da Eucaristia.

Meus filhos, todos os Santos, deram muito valor à Eucaristia e iam frequentemente à Igreja para comungar e adorar Jesus Cristo. Vós não sejais daqueles filhos que se acovardam, sede daqueles que aconteça o que acontecer, custe o que custar, fazem de tudo por Jesus, como os Santos. Sede aqueles filhos que não medem esforços nem sacrifícios, como os Santos mártires. Não recueis, sede corajosas testemunhas de Jesus neste mundo, que não quer crer, sede testemunhas como João, Maria Madalena e as piedosas mulheres que passaram aquelas horas diante de Jesus na Cruz e não O abandonaram, nem fugiram. Hoje, meus filhos, Eu sofro, porque são poucos os filhos que estão diante de Jesus pedindo misericórdia para o vosso mundo. Vede, que hoje acontecem as mesmas coisas, como naquele tempo. Os Apóstolos e os primeiros cristãos eram perseguidos, presos e martirizados. Hoje os que querem servir Deus são os que mais sofrem. Hoje, é a humanidade que se está destruindo a si mesma. Tudo o que aconteceu antes, está repetindo-se agora e da mesma maneira. É por isso, que estou aqui, meus filhos, porque Eu e o meu Filho Jesus vos amamos! Eu sou a vossa Mãe e venho alertar-vos e avisar-vos. Eu sou a Mãe da Bondade, seguro estas duas pombas do Espírito Santo na mão, para segurar o vosso mundo. Estou aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, intercedendo incessantemente pelo vosso mundo, a cada instante do dia e da noite. Deus é Pai de toda a humanidade e de todos os povos. Deus é o Criador de todas as raças. Ele ama todas as nações e todos quer salvar. Rezai, rezai, rezai o meu Santo Rosário com amor e dedicação, como os Santos. Os Santos rezavam o terço com muita devoção, muito amor e Eu Meus filhos, queria que vós rezásseis como eles.

Filhos, vós rezais o Pai Nosso, mas será que perdoais os vossos irmãos? Vós rezais a Avé Maria, mas procurais ser Santos? Vós rezais o Glória ao Pai, mas agradeceis por tudo? A oração é Vida, Paz e Salvação. Eu amo todos os filhos que rezam o Rosário e o Terço. Eu amo, protejo, guio, converto, converso convosco e dou muitas Graças e Bênçãos a quem recita piedosamente esta Santa Oração.

Queridos filhos, gostaria de ter nas minhas mãos o coração de cada um de vós para levá-lo a Jesus, pois Ele é o único que pode salvar-vos.

Se quereis resolver os vossos problemas, recorrei a Jesus o Salvador. Ninguém deve recorrer aos falsos profetas para resolver os problemas, pois eles trabalham com o nome de Deus para iludir os filhos não esclarecidos.

Choro, quando vejo alguns de vós, indo ao espiritismo, pensando que eles irão resolver os vossos problemas, mas eles acabam multiplicando-os. Estes falsos profetas, estão-se condenando ao inferno e atrás deles querem levar os meus filhos inocentes. Por isto, meus filhinhos queridos, deveis passar sempre longe dos espíritas, porque eles têm parte com satanás, que através deles, opera curas, mas apenas para ocultar a sua asquerosa face e as suas maléficas intenções. Peço-vos que fiqueis fora do espiritismo.

Meus filhos, há ainda um outro veneno, capaz de prejudicar, criar grandes tumores na Alma. Esse veneno chama-se “julgamento”. Não julgueis, meus filhos. O julgar afasta, o julgar entristece as vossas almas. Alguns de vós errais, mas não cabe a vós, filhinhos, apontar as faltas, ou justificar a vossa própria ignorância com os atos dos outros irmãos. Esquecei de julgar, esquecei de olhar o errado; esquecei de apontar o que o outro irmão fez de errado. Sede autênticos e bons filhos de Deus.

Meus filhinhos queridos, antes de terminar, queria dizer-vos, que fiquei imensamente feliz com este momento de oração, com a presença das crianças, dos jovens, dos pais, das mães, dos avós e de todos os filhos aqui reunidos neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja.

Neste mês de todos os Santos, junto com o Meu Filho Jesus, com meu esposo São José, Eu abençoo o mundo inteiro especialmente a vossa nação, Portugal, onde o Meu Coração sairá triunfante.

Agradeço a presença de cada um de vós, neste lugar abençoado por Deus, Corgo da Igreja.

Meus filhinhos, deixo-vos na Minha Paz, deixo-vos na paz da Santíssima Trindade, O Pai, O Filho e O Espírito Santo.

Até breve, Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja.

 



Mensagem de Nossa Senhora Mãe da Bondade

Revelada ao irmão Fernando Pires, em 2 de Dezembro de 2012 no local das aparições (Corgo da Igreja).

Meus queridos filhos, hoje já Me sinto coroada com doze estrelas, porque no dia 8 de Dezembro, vós ides homenagear a Minha Imaculada Conceição.

Eu já sou a Imaculada Conceição e com estas palavras, revelo o Meu Nome aos videntes, para chamar-vos à perfeita e verdadeira Santidade, a que agrada a Deus. Eu, Meus filhinhos digo-vos a todos: caminhai na Graça, no Amor, na Santidade, na Serenidade, na Paz, na Fé e confiai que no final o Meu Coração Imaculado triunfará. A Imaculada Conceição, a Vossa Mãe da Bondade, triunfará.

São as minhas Mensagens e Profecias que já se estão a cumprir, que vos garantem, que está próxima a vossa libertação. O sinal evidente do meu Triunfo são as Minhas Aparições, aqui no Corgo da Igreja que já duram quase há catorze anos, e que apesar do Meu inimigo ter tentado fazê-las desaparecer, de lhes ter barrado a progressão de todas as formas, não conseguiu fazê-lo, porque Eu Mãe da Bondade, esmago a sua cabeça.

Meus filhos, quando Deus me fez a Serva Imaculada, Eu senti-Me imensamente vitoriosa. Tem sido uma vitória que Me trouxe Humildade, Serenidade e agradecimento a Deus.

Nesse dia 8 de Dezembro em que a Igreja, que são todos vós, os Meus filhos, junto com Jesus, Me faz esta tão bonita homenagem, Eu, como Mãe, quero dar aos Meus filhos o que de melhor tenho. Quero, consagrar-vos ao Meu Imaculado Coração. Este é o maior presente que Eu vos posso dar e, também é o maior Presente, que Eu posso receber de vós, a  Vossa Consagração.

Meus filhinhos, é também neste mês de Dezembro que vós ides comemorar o nascimento de Jesus, o Natal. E Natal, Meus filhos, é Amor, Paz, União, Fraternidade, é a presença de Jesus nas vossas almas, nos vossos corações.

Meus filhos, Natal, continua tendo a mesma Riqueza, porque Natal continua a ser Jesus nascendo dentro de cada um de vós. Ele que um dia veio ao mundo na Humildade, na Simplicidade, na Grandeza do Céu, Ele, que habitou no meio de vós, se fez homem, nasceu e salvou. Que este Natal Meus filhos, vos recorde a grande caminhada de Jesus com o Seu povo, porque os anos passam, os dias passam, o tempo passa, mas Jesus permanece convosco para sempre. Ele permanece no meio de vós, ele renasce nas vossas vidas para vos consciencializar de que Ele quer um Natal Santo, um Natal em que os corações se voltem para Ele, para que cada um de vós, possa viver na alegria e não na tristeza.

O homem espera sempre um ano novo melhor, mas esquece-se de viver um Natal Santo, um Natal de Oração, um Natal de Esperança, um Natal de Caridade, Um Natal da infância, um Natal dos jovens, da Família, dos Missionários, um Natal de todos os filhos de Deus.

Meus filhinhos, Eu gostaria tanto de olhar para vós e dizer-vos que o Natal irá mudar tudo nas vossas vidas, Jesus diz fortemente que Ele transforma, mas que o homem não se quer transformar. Com certeza se o homem quisesse transformar-se, Jesus podia transformar-vos, mas o homem precisa ter essa boa-vontade, só que hoje a humanidade não está ainda preparada para viver esse acontecimento tão bonito, porque muitos filhos estão obcecados pelo pecado. E o demónio está tirando todos os valores que os filhos de Deus têm, o valor da Simplicidade, o valor da Humildade, da e do Amor.

Peço-vos filhos, que no Dia de Natal, as Famílias acolham Jesus nos seus lares pedindo Paz, Proteção, Fidelidade, Esperança, porque dias difíceis virão para as famílias, com sofrimento, desespero, falta de harmonia, desunião, falta de alicerces, desrespeito, desigualdade, mas com a presença de Jesus Cristo nos vossos corações, vós podereis edificar os vossos lares e santificá-los.

Então, hoje, como Imaculada Conceição, Mãe da Bondade, Eu peço-vos que supliqueis a Deus a conversão do mundo e o Triunfo do Meu Imaculado Coração.

Eu gostaria tanto que vós não passásseis pelo sofrimento que está perto de vós, filhos, porque Eu já sinto o mundo tão sofrido, os Meus filhos desiludidos, inquietos, tristes, infelizes. E, no silêncio do Meu Coração, Eu peço ao Meu Santo Filho Jesus que alivie os vossos sofrimentos.

Eu sei que um sofrimento muito grande virá: fome, doenças perseguições, tribulações. A ira do demónio, filhos, é enorme, enorme, enorme! E quanto mais se aproxima o meu Triunfo, mais a ira do demónio é maior. Muito grande filhinhos!!!

Por isso, Eu quero hoje, com muito carinho, abençoar os filhos do mundo inteiro.

Que Deus vos conceda muita força, sabedoria e Paz.

Eu estou a consagrar-vos ao Coração de Jesus Misericordioso, neste ano que vai chegando ao fim, contudo a Misericórdia de Deus nunca terá fim para quem Nele acreditar.

Que Deus vos abençoe, que vivais um Natal Santo, que a Bênção de Deus Pai, de Deus Filho que é o Menino Jesus e de Deus Divino Espírito Santo desça sobre os vossos corações e vos guarde para sempre.

Feliz Natal, filhinhos, porque Jesus nasceu e brilha intensamente na vossa vida! Muita Paz.

Até breve, Maria, Mãe da bondade, no Corgo da Igreja

 

 

 

 

 



Para ajudar a divulgar _ [folha-A4] _ [folha-A3] _


Hino à Mãe da Bondade, Virgem do Sobreiro. “[Letra .PDF]”



Nota explicativa:

Esta aparição é apoiada no decreto da Congregação para a Propagação da Fé (AAS 58/16 de 29 de Dezembro de 1966, que defende os cânones 1399 e 2318, mercê da intervenção e aprovados por SS Paulo VI e publicados por sua vontade onde diz: “Autoriza–se a divulgar mesmo sem licença expressa da autoridade eclesiástica escritos referentes a novas aparições, revelações, visões, profecias e milagres, contando que se observe a moralidade Cristã em geral”. Ao publicar revelações, aparições ou quaisquer outras graças de Jesus e de Maria, bem como de Seus Anjos e Santos, este grupo de amigos da Nossa Senhora Mãe da Bondade, quer deste modo dar a oportunidade a todos os que desejam conhecer e estar informados, de tão maravilhosas manifestações do céu, na terra, segundo a liberdade e livre arbítrio de cada pessoa.


Lembramos a todos:

Lembramos a todos que o terreno do local das aparições é propriedade privada, embora ainda não esteja devidamente vedado, e é local de oração e devoção católica, por isso solicitamos às pessoas que respeitem o local e todos os presentes, reunidos em oração, sem interferir nas celebrações, e nos espaços envolventes que são privados.
Todos os que desejam se aproximar no Coração de JESUS e de MARIA, são bem vindos, mas haja silêncio e respeito, e roupas adequadas sem provocações, como o pediu a Nossa Senhora.

Procurar

PortugalSpainFrenchEnglish